Sua empresa ainda não possui um planejamento estratégico? Há chances de ela não existir mais em 2019!

Sua empresa ainda não possui um planejamento estratégico? Há chances de ela não existir mais em 2019!

Todos nós sabemos que trabalhar sem um direcionamento fica muito mais difícil de alcançar o sucesso, fazendo você se sentir inseguro e sem direção. Por isso, é extremamente importante ter um planejamento estratégico, com missão, visão e valores bem estruturados para sua empresa.

Um bom planejamento estratégico (PE) é aquele que direciona o empresário ou a empresa a ter objetivos e metas mais claros e também consegue traçar o que deve ser feito para alcançar esses objetivos. Segundo Sobral e Peci, referências na área, sem planejamento, as organizações andariam a deriva e sem rumo.

Resumindo, o planejamento estratégico serve como ponto de partida para qualquer empresa que queira alcançar seus objetivos e metas, para que assim, ela conquiste seu lugar no mercado. Inclusive, um bom exemplo disso, está na definição de uma missão, pois é lá que toda essência da empresa está.

O que pode acontecer se eu não tiver um planejamento estratégico?

Alguns problemas causados pela falta do planejamento estratégico podem ser irreversíveis causando até mesmo a falência da empresa. Veja alguns exemplos:

  • Dificuldade de crescimento;
  • Dificuldade de fidelizar clientes;
  • Não possuir um posicionamento claro no mercado;
  • Não possuir foco no crescimento, ficando preso em problemas pequenos do dia a dia;
  • São mais sensíveis a crises políticas e econômicas.

Uma maneira de começar seu planejamento e não sofrer com estes problemas seria através da criação de diretrizes que norteiam a empresa para um mesmo objetivo comum e mais claro.

  • Missão: é o propósito de a empresa existir, sua razão de ser, o que ela é.
  • Visão: é o que a empresa pretende ser, onde ela pretende chegar.
  • Valores: são ideais que a empresa tem como base para tomada de decisões e para conseguir chegar aonde quer, são pilares da organização.

 

Mas como colocar tudo isso em prática?

Existem diversas ferramentas que possibilitam a elaboração destas diretrizes. Abaixo daremos dicas de como defini-las, bem como exemplos que facilitem o seu entendimento:

  • Definir missão: a missão deve ser uma frase clara, simples e útil. Lembre-se da definição de missão, é o porquê de a empresa existir. Há algumas perguntas que facilitam a hora de formular a sua missão:
  1. O que sua empresa faz?
  2. Para quem faz?
  3. Por que ela faz?
  4. Como ela faz?
  5. Onde ela faz?

Exemplo:

– Google:  “Organizar as informações do mundo todo e torná-las acessíveis e úteis em caráter universal. ”

– ADECON: “Ser uma Empresa Júnior que proporciona diferencial na formação pessoal e profissional, por meio da gestão interna aliada ao desenvolvimento de soluções empresariais”.

  • Definir visão: é o final da jornada que a empresa definir, o objetivo maior. Existem algumas perguntas que facilitam na hora de estabelecer a sua visão:
  1. Qual é o seu objetivo?
  2. Qual é a força que te impulsiona?
  3. Quais são seus valores básicos?
  4. O que desejam realizar?
  5. O que fazem de melhor?

Exemplo:

– Petrobrás: “Tornar-se uma empresa de energia de classe Mundial. ”

– ADECON:  “Aumentar o impacto na sociedade e fortalecer a vivência da cultura empreendedora”.

  • Definir valores: usar somente palavras que expressam qualidades que a empresa preza. Uma pergunta que facilita na hora de montar seus valores:
  1.  Se sua empresa fosse uma pessoa, por quais atitudes ela seria reconhecida?

Exemplo:

– Volkswagen: 1. Proximidade ao cliente; 2. Alta performance; 3. Adicionar valor; 4. Renovação; 5. Respeito;               6. Responsabilidade; 7. Sustentabilidade.

– ADECON: 1. Melhoria Contínua; 2. Profissionalismo; 3. Sentimento de Família ADECON; 4. Paixão por desafios;    5. Transparência.

Tendo isso em vista, não perca tempo! Procure definir essas diretrizes o mais rápido possível, pois quando você o fizer, o sucesso pode bater na sua porta, já que você terá todos os seus objetivos claros e bem estruturados. Mas lembre-se, não adianta apenas planejar, é preciso também executar.

Está com dúvida de como fazer? Sim? Entre em contato com um consultor no nosso bate-papo ou baixe nosso e-book sobre planejamento estratégico!

Compartilhar esta postagem