Saiba como sua empresa pode dar descontos para as promoções de final de ano!

Saiba como sua empresa pode dar descontos para as promoções de final de ano!

O momento mais agitado do ano para o comércio já começou desde a chegada de novembro. Nessa época, começam os descontos da tão esperada Black Friday, um evento que fornece vários descontos no comércio. Com isso, os consumidores começam com a contagem regressiva para o Natal e, com ele, um grande aumento nas vendas.  Portanto, se torna primordial saber como você pode lucrar com esse final de ano por meio dos descontos que esses clientes tanto esperam.

Para isso, é de extrema importância que você faça um planejamento financeiro para determinar os objetivos ou metas que deseja alcançar nesse fim de ano, como também analisar os recursos que você irá necessitar para atingir tais objetivos/metas. Segundo Gitman, um famoso escritor da área da Administração (1997):

 “O planejamento financeiro é um dos aspectos importantes para funcionamento e sustentação de uma empresa, pois fornece roteiros para dirigir, coordenar e controlar suas ações na consecução de seus objetivos. Dois aspectos-chave do planejamento financeiro são o planejamento de caixa e de lucros. ”

Em questão aos lucros, vale ressaltar que descontos podem ser uma boa estratégia de atrair novos clientes, porém, oferecê-los sem realizar um planejamento ou sem ter feito uma análise da possível porcentagem de desconto, pode significar um prejuízo no seu negócio ou até mesmo, correr o risco de desvalorizar a sua marca.

           Vou te explicar como um desconto pode afetar seu financeiro:

Vamos supor que você venda um caderno por R$ 10, e seu custo líquido é de R$ 7. Seu lucro líquido em cada caderno seria de R$ 3. Se você vendeu dez cadernos, o seu lucro líquido seria de R$ 30.

Agora vamos supor que você quer vender os cadernos com desconto de 10%. Depois de vender 10 cadernos por R$ 9, você terá uma receita de R$ 90. O custo líquido para o total dos cadernos é de R$ 70 ainda, mas o seu lucro líquido diminuiu para R$ 20. Isso não parece tão ruim. Só que se você parar para analisar, para você manter o lucro mensal de R$ 30, você precisará vender 50% a mais de caderno.

Observe mais atentamente: 15 cadernos a R$ 9 saem por R$ 135 de venda. Se ela custa R$ 105 de custo, você vai ter apenas R$$ 30 de lucro. Os números parecem melhores na hora de pensar no desconto, não é mesmo? Com um desconto de 15% por produto, teríamos que vender 100 %, ou seja, um total de vinte caderno para manter o lucro de R$ 30 no caixa. E será que compensará sua empresa dar um desconto no produto?

Por tanto, é necessário analisar alguns pontos importantes na hora de conceder desconto para esse final de ano.

O primeiro ponto é a margem de lucro: Para você definir a margem de lucro, ou seja, a porcentagem de lucro que você quer ter em cima de suas vendas, você precisa saber quanto é o custo da produção e o custo de comercialização. Com esses valores em mão, você consegue definir quanto quer lucrar com a venda de cada produto. Levando em conta a explicação acima, se o seu produto é vendido em grande escala, é possível dar um desconto maior, caso não seja vendido em grande escala, melhor não conceder um desconto alto.

O segundo ponto importante é conhecer seus concorrentes e o fluxo de caixa do seu negócio, para levar em conta a situação financeira atual da sua empresa. Ao analisar seu financeiro, você determina a quantidade necessária a vender para não afetar a saúde financeira.

O terceiro ponto que é precificar corretamente o produto. Para isso, você empresário, precisa realizar uma avaliação dos custos envolvidos no produto, as despesas tanto fixas quanto variáveis da empresa, as tributações, acrescer a margem de lucro dita lá em cima, além de ficar de olho nos concorrentes. Ou seja, não é um processo fácil, porém, já disponibilizamos um material que explica como você pode fazer essa precificação. Só clicar aqui para acessar.

Ao aprender a trabalhar com desconto, você irá perceber que ele pode te auxiliar ou te atrapalhar, dependendo do produto. Portanto, é essencial realizar uma análise financeira e uma boa precificação para obter uma alta lucratividade nessa época que os consumidores estão mais propícios a gastarem mais.

            E agora, que tal já elaborar um planejamento financeiro para esse último trimestre do ano?

Compartilhar esta postagem